Covid-19: Plataforma para autoagendamento da vacina deverá estar disponível na próxima semana

A plataforma para que os portugueses possam realizar o autoagendamento da vacina contra a Covid-19 deve estar disponível na próxima semana, segundo a ministra da saúde, Marta Temido. Esta previsão, ainda sem certezas, foi dada em conferência de imprensa, esta quarta-feira, onde foram divulgadas novidades sobre o plano de vacinação português.

O objetivo da nova plataforma, que se encontra ainda a ser ultimada, é permitir que a população elegível na fase de vacinação em vigor, que atualmente é entre os 70 e os 79 anos, possa escolher várias opções de datas e horas, para serem vacinados.

Para além disso, Marta Temido recordou ainda a este propósito que o portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS) dispõe de um simulador onde é possível atualizar dados e inscrever na vacinação quem não está inscrito no SNS.

Recorde-se que o anúncio desta nova funcionalidade de autoagendamento, foi feito na terça-feira da semana passada pelo coordenador da task-force de vacinação, o vice-almirante Gouveia e Melo, na reunião do Infarmed, em Lisboa.

«A partir de agora vamos fazer uma sequenciação etária pura», começou por referir o responsável sublinhando que as pessoas vão poder agendar a sua vacinação, através de um site criado para esse efeito. Adicionalmente, o agendamento também poderá ser feito na Junta de Freguesia ou junto das autoridades competentes, adiantou.

Para Gouveia e Melo, esta alteração constitui «uma grande resposta» a nível de agendamento. «Permitirá uma grande resposta e qualquer pessoa que tenha escapado poderá agendar», esclareceu ainda o coordenador.

Ler Mais


Artigos relacionados
Comentários
Loading...