pub

Covid-19. Número de infetados da Guarda Suíça do Vaticano sobe para 11

Onze membros da Guarda Suíça, a elite que protege o Papa, testaram positivo à Covid-19, aumentando os receios sobre a saúde do Pontífice.

Esta segunda-feira, o Vaticano notificou que existiam quatro guardas infetados. Esta sexta-feira, confirmaram-se mais sete casos, elevando o total para 11.

Com o aumento das infeções surgem receios relativos ao estado de saúde do Papa Francisco, que já tem 83 anos.

O Vaticano está agora a tentar descobrir e rastrear os contactos dos guardas, que tendem a acompanhar o Papa nos eventos oficiais.

O Papa Francisco é particularmente vulnerável à Covid-19 devido à sua idade, peso e por ter perdido parte de um pulmão quando era criança, devido a uma doença. O Pontífice é frequentemente monitorizado para controlar o vírus.

O Papa tem sido alvo de algumas críticas nas últimas semanas, uma vez que parece ignorar as regras de distanciamento social e de uso de máscara quando se dirige a grandes multidões na Praça de São Pedro, no Vaticano, em Itália.

No entanto, o Pontífice prometeu estar mais vigilante e sublinhou, inclusive, a importância de se cumprirem as regras sanitárias, no sentido de controlar a propagação da Covid-19.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...