pub

Covid-19: Marcelo recebe figuras da saúde e da economia para avaliar medidas

À procura de um consenso e de uma «convergência» nas medidas de resposta à crise de saúde pública da covid-19, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai receber esta semana várias figuras dos setores da saúde, mas também da economia, segundo o ‘Observador’.

Segundo a mesma publicação, a ministra da saúde, Marta Temido, será a primeira a reunir-se com Marcelo em Belém, esta segunda-feira, marcando assim o começo de «dezenas de audições em tempo recorde».

O chefe de estado vai ainda ouvir «o atual bastonário e os ex-bastonários da ordem dos médicos, depois bastonários de outras áreas ligadas à saúde, depois antigos bastonários, depois antigos ministros da saúde, depois naturalmente também sindicatos e confederações patronais», revelou Marcelo no domingo, citado pelo ‘Observador.

Para além destes, o setor da economia está também previsto na agenda do Presidente, segundo o mesmo jornal, com audições de várias personalidades da área, agendadas à medida que as reuniões vão acontecendo, mas sempre depois das da saúde.

As principais preocupações de Marcelo, adianta o ‘Observador’, prendem-se sobretudo com o facto de existirem  três grupos de opinião: um que defende a aplicação de medidas mais radicais e rigorosas; outro que considera primordial recuperar a economia e a sociedade e um terceiro preocupado com a restrição de liberdades individuais.

Desta forma o chefe de estado quer encontrar um meio termo, exigindo assim uma resposta comum e uma «convergência» entre todas estas opiniões, para combater a crise de saúde pública do novo coronavírus.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...