Covid-19. Marcelo prepara-se para decretar terceiro Estado de Emergência

O Presidente da República prepara-se para renovar, pela segunda vez, o Estado de Emergência, devendo propor isso mesmo ao Governo na próxima semana. A notícia foi avançada pelo “Expresso”:

De acordo com o jornal, Marcelo Rebelo de Sousa, articulado o presidente da Assembleia da República (AR), já começou a preparar o terreno para ter o país, daqui a 15 dias, a comemorar o 25 de Abril com as restrições impostas por uma situação excepcional de limitação de direitos que não se vivia desde 1975.

«É preciso em Abril preparar um maio, maduro Maio», afirmou Ferro Rodrigues ao “Expresso”, citando a música de Zeca Afonso datada de 1971. O Presidente da AR reconhece que está preparado para uma segunda renovação do Estado de Emergência que Marcelo deverá propor ao Governo na próxima semana, como forma de preparar com segurança a saída da fase mais critica desta epidemia. Até lá, Marcelo deverá voltar a ouvir os especialistas de saúde pública na próxima terça-feira, 14 de Abril.

Ontem, à saída da terceira reunião com o Infarmed, Marcelo admitiu que «o processo em curso está a conhecer passos positivos no crescimento diário do numero de casos e na redução da propagação do vírus», pedindo aos portugueses que, «no mês de Abril façam um esforço, além do que têm feito – e agradecemos -, para se poder virar uma página no fim do mês». Mas vincou: Se queremos ganhar liberdade em Maio, precisamos de ganhá-la em Abril».

«Se os portugueses forem capazes de manter a dedicação cívica em Abril», será mais fácil ver a luz ao «fundo do túnel», salientou o chefe de Estado.

Porém, de acordo com o “Expresso”, uma eventual renovação do Estado de Emergência não impede o Governo de começar a aligeirar algumas das medidas restritivas impostas nos últimos 15 dias. 

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, segundo o balanço feito ontem pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 345 mortes e 12.442 casos de infecções confirmadas. Dos infectados, 1.180 estão internados, 271 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 184 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de Março, encontra-se em estado de emergência desde a meia-noite de 19 de Março e até ao final do dia 17 de Abril, depois do prolongamento aprovado na passada quinta-feira na Assembleia da República.

*Notícia actualizada às 10:53

Ler Mais
pub

Artigos relacionados
Comentários
Loading...