pub

COVID-19 leva pessoas de todas as idades aos cuidados intensivos. Há doentes de 20 e 30 anos

A Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, tem recebido «doentes de todas as idades», segundo confirma o director João Ribeiro ao Diário de Notícias. O mesmo acontece no Hospital Garcia de Horta, em Almada, onde já chegaram pessoas infectadas com 22 ,35, 47 ou 49 anos. «É preciso que as pessoas tenham a noção de que a população mais jovem infectada também desenvolve formas de doença grave.»

Ainda que os casos de doentes mais jovens não sejam muitos, a verdade é que os internados nas UCI encontram-se em situações preocupantes e é preciso estar alerta para esta possibilidade. Também no Hospital de São José se verifica o mesmo cenário, com doentes entre os 29 e os 47 em camas dos cuidados intensivos.

De acordo os médicos ouvidos pela mesma publicação, quantos mais casos de infecção na comunidade, maior é a probabilidade de mais doentes chegarem às UCI, situando-se nos 0,5%. E a pressão já sentida na região Norte, onde se têm registado mais casos do novo coronavírus, também irá chegar às restantes zonas do País: «É uma questão de tempo.»

Aliás, já há unidades de Norte a Sul em grande pressão assistencial e outras em nível 2 dos planos de contingência. A maioria estará entre os 85 e os 100%, adianta o Diário de Notícias, citando especialistas que dizem que «não é uma margem confortável para se trabalhar», sublinhando ainda que este não é um problema novo da pandemia.

Os especialistas indicam ainda que a segunda vaga está a ser mais forte em número de infecções e com formas graves de doença, sendo a chegada de jovens uma preocupação. «O vírus não atinge só os pulmões, atinge outros órgãos e desenvolve outras formas de doença, como enfartes ou encefalites, quando se aloja no coração ou no cérebro», explica o médico Antero Fernandes, director da unidade do Hospital Garcia de Orta. Mas, no caso dos pulmões, há quem chegue aos hospitais com doenças como pneumonia pneumocócica, que o médico diz ser algo já não se via há algum tempo.

pub

Comentários
Loading...