pub

Covid-19: Holanda é o 3º país da Europa com mais casos. «Avizinha-se um tsunami», alerta especialista

A Holanda é, actualmente, o terceiro país mais afectado pela segunda onda da covid-19 na Europa, no que toca ao número de casos por 100.000 habitantes. Enquanto as infecções aumentam no país, o primeiro-ministro está a evitar implementar medidas drásticas, como um novo confinamento.

No entanto, restrições mais relaxadas – como a estratégia de fechar os restaurantes às 22h, limitar a capacidade para 30 pessoas no interior e liberdade para quem quiser usar máscaras – não parecem estar a ser eficazes para conter o aumento das infecções.

O Governo tem a sua própria explicação para os números elevados. Os valores são “muito maus” porque as pessoas “não estão a levar as regras básicas a sério”, disse o primeiro-ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, cujo mote para evitar confinar o país era confiar na “responsabilidade individual e no bom senso” dos cidadãos.

No entanto, a Federação de Especialistas Médicos não está convencida com esta abordagem e pede medidas mais rígidas para mudar o curso da pandemia. “Na Primavera passada, tivemos uma onda de doentes covid. Mas agora, se isso continuar, o que parece que se avizinha é um tsunami”, alertou o presidente da federação, Peter Paul van Benthem, citado pelo El Confidencial.

Seja devido ao excesso de confiança do Governo nos seus cidadãos ou devido a um erro de cálculo ao avaliar os riscos, a Holanda está entre os países com mais infecções na Europa. Os casos têm crescido exponencialmente desde o início de Setembro.

Nas últimas 24 horas, o país de 17 milhões de habitantes registou 6854 casos. Nos últimos 14 dias, acumulou 344,6 casos por 100.000 habitantes, superando Espanha (308) e está apenas atrás da Bélgica (364) e da República Checa, que “lidera” com 432,7 casos por 100.000 habitantes.

Em jeito de comparação, a Holanda teve mais infecções acumuladas nas últimas duas semanas do que Itália, Alemanha, Suécia, Grécia, Noruega, Finlândia e Chipre juntos.

Desde o início da pandemia, o país já registou mais de 187 mil casos e mais de 6 mil mortes por covid-19, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...