Covid-19: Governo francês estuda possibilidade de antecipar recolher obrigatório

O Governo francês pode vir a antecipar o recolher obrigatório, atualmente às 20:00, para as 18:00 a nível nacional para travar o avanço da variante britânica da covid-19, que já perfaz 1% de todos os casos positivos no país.

A possibilidade terá sido discutida hoje de manhã no Conselho de Defesa que decorreu no Palácio do Eliseu, onde o Presidente, Emmanuel Macron, define a estratégia de combate à pandemia em França.

No entanto, os anúncios de eventuais novas medidas serão feitos só quinta-feira pelo primeiro-ministro, Jean Castex.

Até agora, apenas 25 departamentos em França adotaram a medida do confinamento antecipado às 18:00.

No entanto, um novo confinamento não parece ainda estar a ser estudado pelo executivo francês, apostando por enquanto no reforço das medidas preventivas para a contenção da pandemia.

O Conselho Científico, que aconselha Macron na sua tomada de decisões, apresentou hoje um novo relatório com várias conclusões e apesar de o documento não ser público, o presidente deste órgão, Jean-François Delfraissy, antecipou que as escolas não devem fechar e que o encerramento das fronteiras com o Reino Unido deve continuar.

Desde o início da pandemia já morreram em França 68.802 pessoas devido à covid-19 e o país já registou 2.806.590 casos positivos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.963.557 mortos resultantes de mais de 91,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Ler Mais

Comentários
Loading...