Covid-19: easyJet encerra três bases aeroportuárias e dispensa 727 pilotos

A companhia aérea britânica easyJet vai encerrar as bases de Stansted, Southend e Newcastle, no Reino Unido, no âmbito de um processo de reestruturação desencadeado pela pandemia do novo coronavírus, avança o “Mirror”.

Ao mesmo tempo, a transportadora de baixo custo irá dispensar 727 pilotos, já depois de, em Maio, ter anunciado que poderia ter de reduzir os recursos humanos em 30%, devido à pandemia de Covid-19.

«Estas são propostas muito difíceis de apresentar num momento sem precedentes e difícil para a companhia aérea e para a indústria como um todo», disse Johan Lundgren, CEO da easyJet CEO, citado pelo “Mirror”. Sublinhou, ainda assim, que a empresa está focada «em fazer o que é certo» e para «proteger os postos de trabalho».

«Infelizmente, menos procura significa que precisamos de menos aviões e temos menos oportunidades de trabalho para o nosso pessoal», mas «estamos empenhados em trabalhar de forma construtiva com os nossos sindicatos (…) com o objectivo de minimizar ao máximo as perdas de postos de trabalho», acrescentou Lundgren.

*Notícia actualizada com mais informação às 15:26

pub

Comentários
Loading...