Covid-19: Áustria fecha e bolsas europeias caem

As principais bolsas europeias passaram a negociar em baixa, depois da Áustria anunciar um novo confinamento.

Cerca das 14h47 em Lisboa, o EuroStoxx 600 recuava 0,18%.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt desciam 0,67%, 0,64% e 0,46%, bem como as de Madrid e Milão que se desvalorizavam 1,43% e 1,46%, respetivamente.

A bolsa de Lisboa manteve-se em território negativo, estando cerca das 14h57, o principal índice, o PSI20, a recuar 1,20% para 5.510,01 pontos.

A Áustria vai impor, a partir de segunda-feira, o confinamento de toda a sua população e tornar a vacinação obrigatória a partir de 1 de fevereiro, anunciou hoje o chanceler austríaco, Alexander Schallenberg.

A Áustria é o primeiro país da União Europeia a regressar ao confinamento da população face ao ressurgimento dos casos de covid-19. A medida será imposta poucos dias depois de o país ter decidido confinar as pessoas que não foram vacinadas.

A decisão sobre a vacinação obrigatória foi tomada depois de discussões com todos os governadores regionais.

De acordo com Alexander Schallenberg, o confinamento durará inicialmente 10 dias, sendo que a maioria das lojas terá de fechar, os eventos culturais serão cancelados e os alunos voltarão a ter aulas ‘online’.

O ministro da Saúde austríaco, Wolfgang Mueckstein, explicou que as escolas permanecerão abertas para aqueles que precisarem de ir, mas apelou a todos os pais para, se possível, manterem os seus filhos em casa.

Temos de “enfrentar a realidade”, afirmou o chanceler numa conferência de imprensa.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.