Coronavírus. Novos casos subiram quase 10 vezes e mortes mais do que duplicaram em apenas 24 horas

Fotografia: Lusa

São 14.840 os novos casos e 242 as mortes registadas em apenas 24 horas na província chinesa de Hubei, na China, o epicentro da doença que já atingiu mais de uma dezena de países.

Os novos casos confirmados de coronavírus representam quase 10 vezes mais o número que fora reportado na quarta-feira, enquanto as mortes associadas ao Covid-19, como é oficialmente conhecido, mais do que duplicaram.

Esta subida de doentes é explicada com com a alteração dos critérios de diagnóstico usados para confirmar novos casos, segundo o jornal “South China Morning Post”, que cita a comissão de saúde de Hubei. 

Com esta actualização, o número total de vítimas mortais na China continental sobe para 1.361 desde o início do surto, em Dezembro. A esmagadora maioria das ocorrências continua a ser na China Continental (1.361 mortes), mas ao número global de óbitos acresce uma morte nas Filipinas e outra na região administrativa especial chinesa de Hong Kong. Em todo o mundo há um total de 107 casos confirmados do novo coronavírus.

Na China continental há 59.558 casos registados desde o início do surto. Hubei é a região mais atingida, com 48.206 pessoas infectadas. No resto do mundo, 175 pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus.

Esta manhã, o de cruzeiro MS Westerdam atracou no Camboja, depois de ter sido impedido no Japão, Taiwan, Guam (território insular dos EUA na Micronésia), Filipinas e Tailândia, devido a receios relacionados com o vírus. Já o navio Diamond Princess, em quarentena ao largo de Yokohama, perto de Tóquio, continua a reportar mais casos a bordo.

OMS defende que é «muito cedo» para declarar fim do surto

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse, ontem, que ainda é «muito cedo» para prever o fim da epidemia causada pelo novo coronavírus. «Penso que é muito cedo para tentar prever o início, o meio ou o fim dessa epidemia», disse o chefe do departamento de urgências de saúde da OMS, Michael Ryan, numa conferência de imprensa na sede da OMS, em Genebra, onde estão reunidos centenas de especialistas para procurar novas formas de conter o coronavírus.

O surto de coronavírus levou esta quarta-feira ao cancelamento de dois grandes eventos: o Grande Prémio de Fórmula 1 da China e o Mobile World Congress de Barcelona, uma das maiores feiras tecnológicas do mundo.

Entretanto, o secretário do partido Comunista em Hubei, Jiang Chaoliang, foi substituído pelo presidente da Câmara de Xangai, um aliado do Presidente chinês, Xi Jinping, anunciou a agência oficial de notícias “Xinhua”. Jiang é, até agora, a vítima política de mais alta patente atingida pelo surto.

Veja aqui, em tempo real, o mapa da propagação do coronavírus.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita