pub

Continental vai cortar 30 mil postos de trabalho. Portugal escapa à reestruturação

O grupo alemão Continental, que emprega em Portugal cerca de 3.600 pessoas dos quais mais de dois terços na Continental Mabor, vai avançar com um plano de reestruturação que implica o corte de 30 mil dos 232 mil trabalhadores.

O grupo já definiu o encerramento de algumas fábricas na Alemanha. Portugal não será ser afetado por esta reestruturação.

“Emocionalmente estamos solidários com os colegas da Alemanha. As razões destas decisões são claras”, reagiu Pedro Carreira, presidente da Continental Mabor, fabricante de pneus de Famalicão, em declarações ao ‘Negócios’.

O responsável garantiu ainda que “as decisões tomadas hoje pelo conselho de supervisão não incluem Portugal”.

A reestruturação vai afetar 30 mil trabalhadores, dos quais 13 mil na Alemanha, onde serão encerradas, por exemplo, as fábricas em Aachen e em Karben, entre 2021 e 2024, sendo que algumas áreas do grupo são mais visadas, como é o caso da produção de pneus.

Ao anunciar esta decisão, o grupo alemão, através do seu CEO, Elmar Degenhart, deu nota de que agora vão “trabalhar em conjunto com os representantes dos funcionários para encontrar soluções que apoiem os funcionários afetados pelas mudanças e aumentem as suas perspetivas de emprego”.

A Continental dará mais detalhes sobre o seu plano de reestruturação em dezembro próximo.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...