Contabilidade no futuro

Por Paulo Garrett, Managing Partner da We Contabilidade by GlobalWe

Nos negócios como na vida a única constante é a mudança. Daí que  todos precisamos nos adaptar de uma forma rápida aos novos paradigmas operacionais. Os profissionais globalmente veem-se confrontados com mudanças impulsionadas sobretudo pelas novas tecnologias .

O setor da contabilidade tem passado também por mudanças disruptivas, quebrado paradigmas e sofrido alterações ao longo dos anos. Atualmente, alguns serviços tradicionais de contabilidade que ainda são disponibilizados, estão a acabar. Há cada vez maior procura por empresas neste setor que apresentem mais do que a contabilidade tradicional, por parceiros estratégicos que possam fornecer insights valiosos de suporte à gestão.

A contabilidade não é uma exceção à nova realidade. A profissão de contabilista certificado deve ser vista para além do mero tratamento de dados e documentos, do processamento de salários e envio de declarações fiscais. Deve assumir um papel estratégico para as empresas que pensam para o futuro. Está cada vez mais integrada ao mundo digital, às novas tecnologias, à gestão de dados baseada na cloud e à automatização de processos e de análises com apoio da inteligência artificial que valorizam a profissão.

As novas tendências tecnológicas exigem uma autêntica mudança de mentalidade. É preciso alterar a cultura organizacional do contabilista e das consultoras de contabilidade, os modelos de trabalho e de negócio. A transformação digital prevê o uso de recursos tecnológicos para entregar serviços de valor acrescentado diferenciadores e de rápido acesso aos clientes.

Sem dúvida que a transformação digital mudou a forma de executar e planear a contabilidade. Porém, só as empresas mais preparadas podem potenciar as ferramentas digitais e a automatização que deverão ser vistas como uma oportunidade e não uma ameaça.

O contabilista pode colocar as suas competências ao serviço da transformação da recolha de dados, planear e enviar de forma eficaz e rápida, os relatórios financeiros para a tomada de decisão dos clientes. Num ambiente digital, integrado e de automatização pode colaborar com os  parceiros de negócio para alavancar a gestão e a tomada de decisão de forma sustentada, construindo cadeias de fornecimento ágeis e desenvolver planos de gestão que promovam o crescimento e simultaneamente a continuidade. Existe a possibilidade de fazer contabilidade em tempo real, reduzir as probabilidades  de erro, além de automatizar uma parte do processo de controlo e auditoria.

A inteligência emocional é cada vez mais importante, quer na forma de gerir e compreender o negócio, quer não forma de gerir e compreender as necessidades dos clientes.

 

Importância da comunicação eficaz

Torna-se imprescindível comunicar de forma clara e eficaz. A comunicação inclui a capacidade de transmitir e interpretar ideias, tornando possível a compreensão junto dos interlocutores. Sabemos que estas transformações vão trazer novos perfis de clientes na contabilidade do futuro.

Em suma, a automatização e outras tecnologias digitais são hoje uma realidade que permitem aos contabilistas prepararem a informação, reportarem e se libertarem de trabalhos repetitivos sem valor acrescentado.

As empresas e organizações que compreendem o potencial e a importância da  realidade tecnológica e invistam em ferramentas, na formação dos colaboradores e na retenção do talento estarão preparados para esta nova era. O contabilista do futuro desempenhará um papel ainda mais relevante, criativo e estratégico para as empresas. Como resultado, as empresas vão não só apresentar fluxos de trabalho eficientes e entregar conhecimento nos seus processos contabilísticos, assim como, permitirá  ao contabilista reforçar a sua resiliência, agilidade e competitividade.

 

 

 

 

 

 

Ler Mais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.