Condenações de Lula da Silva na ‘Lava Jato’ foram anuladas. Ex-presidente pode voltar a concorrer

As condenações do ex-Presidente brasileiro Lula da Silva relacionadas com a operação Lava Jato foram anuladas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal esta segunda-feira.

A decisão foi tomada pelo juiz Edson Fachin e permite que o ex-governante recupere os direitos políticos. Desta forma, pode voltar a ser elegível para concorrer a cargos futuros.

De acordo com a imprensa brasileira, Fachin declarou incompetência da Justiça Federal do Paraná relativamente aos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula. São três processos em que o ex-Presidente brasileiro é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro

A decisão ainda não é definitiva. Agora, será a Justiça Federal do Distrito Federal a analisar os processos, que serão validados ou não.

Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva, de 75 anos, governou o Brasil entre 2003 e 2010, e foi preso em 2018 após ter sido condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região num processo sobre a posse de um apartamento, que os procuradores alegam ter-lhe sido dado como suborno em troca de vantagens em contratos com a estatal petrolífera Petrobras pela construtora OAS.

Lula da Silva foi libertado no dia 8 de novembro de 2019, um dia após o Supremo Tribunal Federal decidir anular prisões em segunda instância, como era o caso do ex-governante.

Com Lusa

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...