Concorrência dá ‘luz verde’ a concentração Grupo Visabeira/EIP

A Autoridade da Concorrência (AdC) adotou uma decisão de não oposição na operação de concentração resultante da compra pelo Grupo Visabeira, através da subsidiária Visapower, do controlo exclusivo da EIP Serviços, segundo aviso publicado pelo regulador.

A decisão do Conselho de Administração da AdC, de não oposição à operação de concentração, foi tomada na segunda-feira e justificada por a compra não ser suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva nos mercados identificados.

O comprador, o Grupo Visabeira, é uma sociedade ‘holding’, que agrega as sub-‘holdings’ Visabeira Global, que engloba empresas nos setores das telecomunicações, energia, tecnologia e construção, Visabeira Indústria, que integra empresas nos setores da cerâmica e cristalaria, cozinhas, biocombustíveis, energia térmica e recursos naturais, e Visabeira Turismo, Imobiliária e Serviços, que engloba empresas nos setores da hotelaria, restauração e lazer.

A empresa adquirida, a EIP Serviços, integra um conjunto de unidades de negócio destacadas do património da EIP – Eletricidade Industrial Portuguesa, através de uma operação de cisão-fusão, que constituem direções de negócio e direções de suporte e sucursais, incluindo a direção Angola, que se dedica a construção e manutenção de linhas de transporte de energia em Angola e atividade de construção e manutenção de subestações e sistemas em Angola.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.