Computador roubado do escritório de Nancy Pelosi durante a invasão do Capitólio dos EUA

Um computador portátil foi roubado do escritório da Presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, durante a invasão do Capitólio esta quarta-feira, avança a agência Reuters que cita uma das suas assistentes.

Drew Hammill, assistente da democrata Pelosi, adiantou que o portátil pertencia a uma sala de conferências e era utilizado para apresentações.

O roubo de dispositivos eletrónicos de escritórios do Congresso tem sido uma preocupação após a invasão do Capitólio por parte dos apoiantes de Donald Trump. Foram encorajados pelo Presidente republicano num comício a marcharem até ao Capitólio enquanto o Congresso certificava a vitória eleitoral de Joe Biden nas eleições de novembro.

O senador democrata Jeff Merkley disse também que um portátil tinha sido retirado do seu gabinete. Os manifestantes que invadiram o Capitólio publicaram várias fotografias a usar telefones do Congresso e outros dispositivos.

Pelosi, bem como o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, anunciaram na quinta-feira que iam pedir ao vice-Presidente, Mike Pence, para invocar a 25.ª emenda da Constituição, que permite retirar poderes ao Presidente por incapacidade de exercício de funções.

Se Trump for removido do cargo por destituição ficará impedido de concorrer novamente à Casa Branca. No caso de ser alvo de um julgamento de destituição, será o único Presidente dos Estados Unidos, até agora, a ter sido alvo de dois processos desse género.

Donald Trump perdeu as eleições presidenciais de 3 de novembro para o  rival democrata, Joe Biden, que deve tomar posse como 46.º Presidente dos EUA no dia 20 de janeiro.

Ler Mais

Comentários
Loading...