Como conseguiu a Europa conter melhor o coronavírus do que os EUA? Fauci explica

O epidemiologista Anthony Fauci, responsável pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, e outros especialistas em saúde estão, esta sexta-feira, a testemunharam perante um subcomité da Congresso dos Estados Unidos que está a investigar a resposta à pandemia do novo coronavírus do governo de Donald Trump.

A audiência ocorre numa altura que mais de 150 mil pessoas morreram da doença da Covid-19 nos EUA e o país lidera, ao nível mundial, o total de casos, com mais de 4 milhões de infetados.

De entre as questões que estão a ser colocadas, Fauci foi confrotado com a pergunta sobre por que conseguiu a Europa conter melhor o coronavírus do que os EUA. Apesar de considerar que se trata de uma questão complexa, o especialista apontou alguns dos fatores que contribuíram para resultados tão diferentes.

E elencou desde logo o facto de muitos países europeus se terem fechado, ou melhor, terem imposto o confinamento como medida obrigatório, mais do que os EUA o fizeram. “Se observarmos o que aconteceu na Europa, quando os países se fecharam, trancaram ou se abrigaram num local – como preferir descrevê-lo -, conseguiram fazê-lo na ordem dos 95%”, reforçou Fauci.

No entanto, “quando olhamos ao que realmente fizemos, apesar de termos imposto bloqueios, mesmo que isso nos tenha criado grandes dificuldades acrescidas, só funcionou em cerca de 50%, em termos totais do país”, acrescentou Fauci.

Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, disse novamente na sexta-feira que nenhum estudo randomizado controlado por placebo mostrou que a hidroxicloroquina funciona como um tratamento Covid-19.

Questionado sobre um estudo de uma equipa de investigadores do Sistema de Saúde Henry Ford que alegou que a hidroxicloroquina salvou vidas, Fauci assegurou que este estudo estava cheio de “erros”.

“O estudo do hospital Henry Ford foi confundido por uma série de questões, incluindo o facto de muitas das pessoas que estavam a receber a hidroxicloroquina também estarem a receber corticosteróides, que sabemos através de um outro estudo, proporciona um claro benefício na redução de mortes com doenças avançadas. Portanto, esse estudo falhou e acho que quem o examinar cuidadosamente poderá percebê-lo”, explicou Fauci.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...