Citigroup cortou a recomendação para a EDP Renováveis de “comprar” para “neutral”

O Citigroup cortou a recomendação para a EDP Renováveis de “comprar” para “neutral”, refletindo os riscos que os ativos renováveis da empresa portuguesa e o seu “pipeline” futuro enfrentam, conforme escreve o Jornal de Negócios.

O analista do banco, Ayesha Khalid,  “manteve o preço-alvo inalterado nos 21,4 euros por ação, o que lhe confere um retorno potencial ligeiramente acima de 1%, tendo em conta o valor do fecho da sessão de ontem”, acrescenta a publicação.

Apesar de tudo, o banco favorece uma posição a longo termo neste setor suportado por fatores que incluem o crescimento credível, o “cash-flow” seguro as receitas contratualizadas e o forte balanço.

“Para além das alterações feitas pelo Citigroup à cobertura da EDP Renováveis, outras oito casas de investimento se pronunciaram sobre a empresa portuguesa, como o Morgan Stanley ou o Goldman Sachs. Contudo, apenas a nota do Citigroup fazia alterações”, refere o Negócios.

No total, a empresa portuguesa tem nove bancos de investimento a recomendar “comprar” as suas ações, onze a aconselhar “manter” e um a dizer que o melhor será “vender”, de acordo com as comtas do jornal do grupo Cofina.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.