«Chuva de hotéis» no mercado. Há mais de 160 à venda em Portugal

Em consequência da crise de saúde pública do novo coronavírus, o setor da hotelaria ficou extremamente afetado, o que se traduziu numa grande quantidade de hotéis à venda em Portugal. Segundo uma análise do ‘Idealista’, no final de outubro havia 166 estabelecimentos hoteleiros no mercado, uma subida de 4% face a março.

Num comunicado enviado às redações, a empresa revela «que há uma chuva de hotéis à venda em Portugal em plena pandemia», sobretudo na região Centro, que é atualmente a líder da lista de imóveis de turismo disponíveis para compra.

Segundo o Idealista nesta região existiam em outubro 53 hotéis no mercado, ou seja, um aumento de 15% face ao número de hotéis anunciados em março, cerca de 46. Seguem-se, por esta ordem, a região Norte e o Algarve, com 37 e 29 hotéis anunciados para venda, respetivamente, no final de outubro.

Ainda assim, «há unidades hoteleiras para transacionar em todas as regiões do país, um cenário que, de resto, já se verificava no final de março, quando a pandemia do novo coronavírus começava a deixar marcas em território nacional, mas com menor expressividade», revela o comunicado.

O Idealista destaca a Madeira, «região que viu disparar o número de hotéis à venda», numa subida de 100%, para cinco estabelecimentos em março e dez em outubro. Do lado oposto estão a região Norte e Lisboa, onde existem menos hotéis no mercado: 37 e 17, uma descida de 21% e 19%, respetivamente.

Se for feita uma análise por distrito, é em Faro, no Algarve, «que há mais hotéis anunciados para venda: 29, em concreto, no final de outubro». Segue-se Porto com 20, Lisboa com 17, Leiria com 15 e Viseu com 12.

Ler Mais


Comentários
Loading...