Certificados de aforro rendem mais em agosto com subida da Euribor

Os detentores de certificados de aforro vão receber um prémio em agosto. O aumento das taxas de juro do Banco Central Europeu (BCE) e a consequente subida da Euribor estão a beneficiar a taxa paga no mês de agosto, e a tendência pode prolongar-se, explica o ‘Negócios’.

Para novas subscrições de certificados de aforro, série E, a taxa de juro em agosto de 2022 foi fixada em 1,103% pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP, à qual acresce um prémio de permanência que pode chegar aos 1,6%.

Este aumento justifica-se pelo facto de esta estar indexada à Euribor a três meses e, de acordo com um analista contactado pelo ‘Negócios’, este é o produto com capital garantido mais atrativo para os investidores, permitindo aproveitar a subida da Euribor a três meses.

No que respeita aos certificados do tesouro, estes são influenciados positivamente pelo crescimento do PIB. De acordo com o IGCP, o prémio de remuneração dos Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) a vigorar em agosto será de 7,74%, ao que se adiciona uma taxa relativa ao quinto ano de 3,25%, o que somado resulta numa taxa de 10,99% bruta (ou de 7,9% líquida). Já quem comprou Certificados do Tesouro Poupança Crescimento terão direito no mês de agosto a um prémio de remuneração de apenas 1,2%.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.