Centro de reparações da Fujifilm em Gaia é “o maior da Europa” e serve 25 países

O Global Service Center da Fujifilm em Portugal, em Gaia, é o centro de reparação de endoscópios e de equipamentos fotográficos “maior da Europa” daquela multinacional japonesa e vai servir 25 países, foi hoje apresentado.

Localizado em Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, esta nova valência está dividida em duas áreas de serviços, o Camara Repair Service (CRS) e o Endoscopy Service Centre, e representa cerca de 20 postos de trabalho “altamente especializados”.

“Neste momento, o Global Service Center de Portugal é o maior europeu e o nosso objetivo passa por continuar a reforçar a nossa posição competitiva, atraindo para o país mais centros de serviços”, adiantou o diretor-geral da Fujifilm para Portugal e Espanha, Pedro Mesquita.

O responsável salientou que “o CRS é mais um centro de serviços especializados” que Portugal conseguiu captar e que vai “prestar serviços especializados a dezenas de países da Europa, África e Médio Oriente”.

Segundo Pedro Mesquita, o centro de reparação de aparelhos de endoscopia “assegura cerca de 300 reparações por mês para Portugal e Espanha”, passando os planos do grupo por se estender a França e a Itália.

Em Vila Nova de Gaia são, referiu o responsável do CRS, Bruno Dias, feitas cerca de 1.500 reparações mensais.

“Este é um dos três centros de reparação na Europa, há um no Reino Unido e outro na Polónia, e é o principal”, salientou.

Pedro Mesquita afirmou ainda que “um dos próximos passos é partir para a endoscopia mas veterinária”, mas sem adiantar data.

A Fujifilm está em Portugal desde 1967 e tem atualmente cerca de 150 trabalhadores, sendo que a nível mundial tem mais de 3.800 colaboradores, está presente em 22 países, registando um nível de faturação superior a 1,8 mil milhões de euros.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.