Putin responde hoje a questões na tradicional conferência de imprensa anual

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, irá enfrentar esta quinta-feira a tradicional conferência de imprensa anual, na qual responde a questões de jornalistas de todo o mundo.

Entre os temas que devem ser abordados, o diário The Guardian avança com o envenenamento do opositor russo, Alexei Navalny, que aconteceu em agosto, mas também a resposta à crise pandémica de covid-19, assim como a guerra entre a Arménia e o Azerbaijão.

Este ano, devido à situação de pandemia, o evento decorrerá a partir da residência de Vladimir Putin, em Novo-Ogaryovo, por videochamada com os jornalistas russos.

Estes devem colocar perguntas acerca das consequências exercidas pela pandemia no país, numa altura em que já causou 48.000 vítimas mortais, de acordo com estatísticas oficiais, mas também sobre a consequente crise económica, além de questões de âmbito mais regional e visando os protestos na Bielorrússia contra o presidente Lukashenko.

Da imprensa estrangeira é previsível a chegada de questões relativas à eleição de Joe Biden para a presidência dos Estados Unidos, mas também a investigação do site noticioso Bellingcat que revelou nomes de oficiais dos serviços secretos russos FSB que, alegadamente, terão envenenado Navalny.

Este acontecimento reveste-se de uma importância única este ano, dadas as poucas aparições públicas de Putin, tendo em conta que o chefe de Estado russo se encontra, alegadamente, a maior parte do tempo confinado em Sochi, uma cidade turística no Mar Negro, onde terá mandado instalar um escritório sem janelas. O Kremlin negou esses relatórios, embora os registos de viagens de altos funcionários que se reuniram com Putin sugiram que são verdadeiros.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.