Brasil fará leilão para concessões das faixas de 5G no início de novembro

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), órgão regulador do Brasil, aprovou hoje as regras para a concessão das faixas de telecomunicações móveis 5G do país e agendou o leilão para 04 de novembro.

O leilão vai conceder direitos a quatro bandas de radiofrequências diferentes (700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHZ e 26 GHz), no Brasil, um país continental cujo mercado consumidor soma 213 milhões de habitantes.

A informação foi confirmada pelo Ministério das Comunicações do país na rede social Twitter.

“Hoje o leilão do 5G foi aprovado pelo conselho diretor da Anatel e acontecerá em 04 de novembro”, disse o Ministério das Comunicações.

“O edital do #Leilãodo5G será publicado nos próximos dias! Nele estarão os compromissos para ampliação da conectividade e para a chegada do 5G Standalone”, acrescentou a pasta do Governo brasileiro.

Com as concessões, o Brasil espera atrair investimentos da ordem de 45,7 mil milhões de reais (7,3 mil milhões de euros), dos quais 8,7 mil milhões de reais (1,3 mil milhões de euros) correspondem ao que o Ministério das Comunicações estima receber como mínimo para as licenças. Os outros 37 mil milhões de reais (cerca de 6 mil milhões de euros) referem-se a compromissos de investimentos.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.