pub

Bolsas Santander Global promovem mobilidade dos universitários apesar da pandemia

O Santander Universidades acaba de lançar a segunda edição das Bolsas Santander Global, em defesa da mobilidade dos estudantes universitários em tempos de pandemia. São 250 bolsas destinadas ao apoio a estudantes de licenciatura ou mestrado, inscritos numa Instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Banco Santander e aderente ao programa, que pretendam frequentar um período de mobilidade numa universidade no estrangeiro. As candidaturas decorrem até ao dia 30 de novembro.

Entre as IES aderentes ao programa contam-se já a Universidade de Coimbra, a Universidade do Porto, a Universidade da Madeira, o Instituto Politécnico de Setúbal, a Universidade de Évora, a Academia Militar, a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, o Instituto Politécnico de Castelo Branco e o ISEL.

As Bolsas Santander Global têm como objetivo dotar os estudantes, com limitações económicas, de um complemento financeiro que vai dos 500 aos 1000 euros, de modo a contribuir para uma situação financeira que os permita seguir os seus programas de mobilidade.

Pretende-se assim incentivar os estudantes a experimentar uma vivência internacional, multicultural e em diferentes geografias e idiomas, enriquecendo o seu currículo académico e preparando-os melhor para um futuro pessoal e profissional que será inevitavelmente de maior proximidade entre pessoas de todo o mundo.

Para além de os estudantes terem de estar matriculados numa instituição de Ensino Superior beneficiária de mecenato do Santander e frequentarem estudos de licenciatura ou de mestrado, contam-se ainda como condições obrigatórias de elegibilidade o mérito escolar – demonstrando aproveitamento no ano académico anteriormente frequentado – e a nacionalidade portuguesa.

pub

Comentários
Loading...