Boeing investiga aviões 737 Max depois de encontrar resíduos em reservatórios de combustíveis

Onze meses depois do último acidente de aviação com o 737 MAX, a Boeing deu ordem para serem realizadas inspecções em todos os aviões deste modelo, depois de terem sido encontrados resíduos nos tanques de combustíveis.

Segundo a “BBC”, que cita a fabricante de aviões, os objectos foram descobertos durante a manutenção das aeronaves, paradas desde o ano passado, na sequência de dois acidentes fatais. «É absolutamente inaceitável», disse o porta-voz da Boeing, alertando que a situação que pode representar riscos à segurança dos passageiros. Desde então, a Boeing tem estado a trabalhar na correcção do problema identificados. 

A agência de aviação civil dos EUA (Federal Aviation Administration, FAA, sigla em inglês) confirmou à “BBC” que «a Boeing está a realizar uma inspecção voluntários das aeronaves», acrescentando que «adoptará medidas adicionais com base nas descobertas».

A Boeing descobriu também, no passado dia 6, um novo problema nos sistemas informáticos do modelo 737 Max: um sinal luminoso relacionado com o sistema de estabilização do avião, que ajuda os pilotos a subir ou a descer o nariz (parte dianteira) da aeronave. A falha terá de ser resolvido antes de as aeronaves poderem voltar a voar, algo que a Boeing pretendia que fosse possível já na primeira metade deste ano.

A crise com o Boeing 737 Max é uma das mais graves da história da empresa norte-americana, que perdeu milhões de dólares com a suspensão de todos os voos operados com este modelo, depois dos dois acidentes de aviação mortais a bordo deste avião. O primeiro, em Outubro de 2018, matou as 189 pessoas a bordo do voo da Lion Air entre Jacarta e Pangkal Pinang, na Indonésia. Cinco meses depois, em Março de 2019, 157 pessoas morreram no voo da Ethiopian Airlines entre Addis Abeba e Nairobi, Quénia.

Na sequência dos dois acidentes, percebeu-se que a causa das duas quedas estava relacionada com problemas específicos do modelo 737 Max, pelo que a Boeing decidiu reter nos aeroportos todos os aviões deste modelo.

Ler Mais
Artigos relacionados

Exclusivo MIT - Massachusetts Institute of Technology

Dormir. Factor determinante no desempenho profissional?

Pesquisas mostram que a falta de sono tem várias consequências que podem afectar negativamente o desempenho profissional. Então por que razão tantos locais de trabalho modernos condenam práticas que não ajudam a bons horários de sono?
Comentários
Loading...

Multipublicações