Binance lança plataforma de ‘Fan Token’. Italiano Lazio é o primeiro clube europeu a assinar parceria

A Binance lançou hoje a plataforma ‘Binance Fan Token’. O primeiro parceiro é o clube italiano S.S Lazio, que a partir de hoje, à semelhança de outras equipas europeias, conta com um ativo virtual que pode ser comprado e vendido por todos os fãs.

O Lazio tem atualmente  mais de 1,5 milhões de adeptos em Itália, e um exército de seguidores digitais superior a 2,5 milhões de pessoas, nas redes sociais.
Para Claudio Lotito, presidente da Lazio, “o nosso acordo com Binance vai permitir-nos prolongar a nossa presença digital e assegurar uma conexão com os nossos fãs, como nunca tivemos antes.  Com a ajuda da Binance, vamos trazer os adeptos da S.S. Lazio que estão espalhados pelo mundo, para mais perto do clube”.

Já Changpeng  Zhao, CEO e cofundador da Binance, comentou que com esta plataforma, “os fãs podem recolher Binance Fan Tokens e ofertas raras de NFT, usufruir de direitos de voto exclusivos em certas decisões do clube reservadas aos adeptos, desbloquear emblemas únicos reservados a  fãs e ainda obter recompensas”.

Os ‘Fan Tokens’ são uma moda que está a invadir todas as modalidades desportivas, dos clubes às organizações superiores.

Em setembro, a Federação Portuguesa de Futebol anunciou que iria lançar um ‘Fan Toke’n na app de envolvimento e recompensas para adeptos, ‘Socios.com’. A iniciativa resulta de uma parceria com a Chiliz, a principal fornecedora global de blockchain para a indústria do desporto e entretenimento.

Com o ‘$POR Fan Token’, a FPF assegura que “vai proporcionar aos adeptos portugueses espalhados pelo mundo uma nova e poderosa forma se envolverem com a Seleção Nacional”, pode ler-se no comunicado publicado na página da organização desportiva. Com estes ativos digitais colecionáveis, cunhados na blockchain Chiliz, os proprietários poderão ter acesso a votações e promoções exclusivas, prémios VIP, funcionalidades ativadas pela realidade aumentada, fóruns de chat, jogos e competições na plataforma Socios.

Com esta iniciativa FPF torna-se a 40.ª grande organização desportiva a juntar-se à elite da rede global da Socios.com’, que também inclui o FC Barcelona, AC Milan e a Seleção da Argentina.

Atualmente  dos 26 convocados de Portugal para o Campeonato da Europa representam atualmente clubes que integram a Socios.com, incluindo o capitão Cristiano Ronaldo (Juventus), Bernardo Silva e Rúben Dias (Manchester City), Danilo Pereira (Paris SG), Gonçalo Guedes (Valência CF) e João Félix (Atlético de Madrid).

Os clubes de futebol, como o Inter de Milão, estão a trocar patrocínios, com duração contratual de quase 25 anos, com empresas mais tradicionais e a celebrar novos acordos de parceria com plataformas e outros players do mercado cripto.

O AC Milan, Juventus, FC Barcelona, Arsenal e Manchester City seguem o mesmo exemplo e assinaram contratos com a empresa de criptomoedas Socios. No caso do Inter, como outros, a empresa sediada em Malta e na Suíça chega mesmo a estar estampada nas camisolas dos jogadores.

Os fãs devem usar a própria moeda digital da Socios, Chiliz, para comprar tokens da equipa através do aplicação. A Chiliz vale hoje pouco mais de 20 cêntimos, tendo alcançado o pico dos 0,76 cêntimos, em abril, de acordo com os dados da Coin Market Cap.

Em maio, o token do clube espanhol Atlético de Madrid subiu para mais de 42 euros, com um volume de mercado de 286 milhões de euros.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.