pub

Biden aproxima-se do recorde de 80 milhões de votos. Mas Trump insiste em inverter resultados

O Presidente eleito, Joe Biden, aproxima-se de um recorde de 80 milhões de votos, à medida que os resultados ainda estão a ser apurados em alguns estados americanos. Trata-se do maior número de votos alguma vez conquistados nas eleições presidenciais. Donald Trump continua a negar o resultado ao tentar anulá-lo.

Numa participação gigantesca do eleitorado dos Estados Unidos, Trump foi o candidato derrotada que teve o maior número de votos nas eleições até agora. Conseguiu mais votos do que quando ganhou há quatro anos, em 2016, apesar de ter perdido agora. É, depois de Biden, o segundo candidato presidencial mais votado.

Com mais de 155 milhões de votos contados – e com a Califórnia e Nova Iorque, democráticos, ainda por apurar – a afluência às urnas foi de 65% dos eleitores elegíveis, a mais elevada desde 1908, de acordo com dados da Associated Press e do US Elections Project.

O aumento da margem de Biden e a sua liderança popular – quase 6 milhões de votos – tem sido ‘ofuscada’ pela falsa insistência de Trump, que afirma que ganhou efetivamente as eleições de 3 de novembro. A sua campanha e os seus apoiantes têm intensificado os esforços para impedir ou atrasar a certificação dos resultados por parte dos funcionários estatais.

Donald Trump quer travar certificação dos resultados eleitorais de Biden, dificultando a transição e entrada do Presidente eleito na Casa Branca. Os estados norte-americanos têm de certificar os seus resultados até ao final de novembro. Depois, no dia 14 de dezembro, o Colégio Eleitoral reúne-se formalmente para confirmar o próximo Presidente dos EUA.

Esta linha temporal dá margem para Trump lançar mais dúvidas sobre o veredicto final do povo americano e bloquear o processo de transição para a administração de Biden, mesmo tendo pouca possibilidade de inverter o resultado final. Neste sentido, Trump quer ‘agitar’ o resultado das eleições, já que o processo não está totalmente decidido até que todos estes passos tenham acontecido.

Apesar das alegadas fraudes eleitorais e que até agora não foram comprovadas, é cada vez mais certa a vitória de Joe Biden, que continua a conquistar mais votos à medida que os resultados que ainda faltam vão sendo finalmente apurados. Cada derrota legal de Trump cimenta também a vitória de Biden.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...