BBVA estreia-se no serviço de venda da bitcoin mas apenas na Suíça

O espanhol BBVA anunciou, esta quarta-feira, que já começou com os testes daquele que será o seu primeiro serviço comercial de compra-venda e custódia de ativos digitais, noticia o ‘Expansion’. Contudo, o banco não oferecerá conselhos para investir neste tipos de ativos.

O novo serviço, oferecido através do BBVA Suíça, permitirá administrar transações em bitcoins e fazer depósitos com esta criptomoeda, e será lançado progressivamente a partir de 2021.

A evolução da tecnologia blockchain, aliada a uma crescente procura de serviços relacionados com criptomoedas, “fez com que o BBVA encontrasse o momento certo para explorar a sua primeira oferta orientada para a gestão de ativos digitais”, explica ainda a entidade.

No aranque, o BBVA vai gerir apenas transações e contas com bitcoin, por ser a criptomoeda mais aceite, mas planeia expandir a oferta para outros ativos digitais.

“Os ativos digitais têm grande potencial para transformar a forma como o valor e as informações são trocados por meio da tecnologia blockchain. As instituições financeiras, em colaboração com os supervisores, podem desempenhar um papel relevante na integração de ativos digitais em instituições financeiras. mercados e infraestruturas atuais ”, assegurou Alicia Pertusa, Chefe de Estratégia da Client Solutions do BBVA.

O grupo decidiu que a oferta terá início na Suíça porque o país possui um ecossistema avançado em termos de regulamentação e adoção de ativos digitais e inúmeras empresas especializadas em tecnologia blockchain.

O BBVA está presente na Suíça, através de uma agência 100% BBVA, dedicada aos serviços de Private Banking internacional.

Ler Mais

Comentários
Loading...