Banco de Portugal recebeu 8.024 pedidos de autorização de intermediários de crédito até final de julho

O Banco de Portugal (BdP) recebeu 8.024 pedidos de autorização de intermediários de crédito, desde janeiro de 2018 até 31 de julho, tendo 5.908 dos quais sido aprovados, anunciou hoje o supervisor financeiro.

“Até 31 de julho de 2022 foram recebidos 8.024 pedidos de autorização, dos quais 88 estavam, nesse dia, em análise pelo Banco de Portugal. Foram aprovados 5.908 pedidos de autorização e 2.028 foram recusados”, lê-se numa informação disponibilizada hoje no portal do banco central.

Por sua vez, em julho, foram recebidos 47 pedidos, aprovados 42 e recusados sete.

O Banco de Portugal é, desde janeiro de 2018, responsável pela autorização e respetivo registo de todas as pessoas singulares ou coletivas que pretendam exercer a atividade de intermediário de crédito.

“Depois de receber o pedido de autorização para o exercício da atividade de intermediário de crédito, o Banco de Portugal dispõe de 90 dias para notificar o interessado da decisão sobre esse pedido”, explicou a instituição liderada por Mário Centeno.

Caso sejam registadas insuficiências ou irregularidades no pedido, “o interessado é notificado para as suprir, circunstância que, a verificar-se” pode aumentar o prazo de análise para até 180 dias.

“Após a respetiva autorização, o intermediário de crédito tem de ser registado. Este registo é, em regra, promovido de forma oficiosa pelo Banco de Portugal no prazo de 30 dias a contar da notificação de autorização”, concluiu.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.