Aumenta pressão sobre regulação de fusões nas telecomunicações. Vodafone no centro do “furacão” na Europa

A especulação nos mercados financeiros sobre as principais operações corporativas no setor europeu de telecomunicações aceleraram, com a Vodafone no centro da questão em diferentes países.

A empresa iniciou negociações para a fusão na sua divisão italiana com a Iliad, a quarta operadora móvel, de acordo com a `Reuters`. A integração resultaria numa nova operadora com uma participação de 36% do mercado móvel em Itália e uma faturação anual próxima de seis mil milhões de euros.

As sinergias potenciais ficariam entre três e cinco mil milhões de euros, segundo o Morgan Stanley. As negociações apontam para esta integração em Itália, um dos mercados mais fragmentados e competitivos da Europa, juntamente com Espanha. A Iliad, que lançará os seus serviços de banda larga fixa em Itália esta semana, está a trabalhar com a Lazard na conceção dos seus planos estratégicos no país transalpino.

Além disso, a Telco explorou recentemente uma fusão da sua divisão britânica com a Hutchison Three. Esta transação já foi contemplada pelos mercados financeiros nos últimos anos, especialmente após o acordo entre a Vodafone e a Hutchison para integrar as suas divisões em mercados como a Austrália.

Salienta-se que os mercados já deram credibilidade aos novos movimentos da Vodafone. As ações da operadora subiram 4,3%, e no pico mais alto chegou até mais de 7%. Operadores europeus já alertaram para a pressão da concorrência com o consequente impacto sobre as receitas e a rentabilidade, o que resultou numa forte punição do mercado de ações nos últimos anos.

 

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.