Asseco PST compra maioria da empresa especializada em mercado de capitais Finantech

A Asseco PST anuncia hoje a aquisição de 76% do capital da Finantech. tecnológica especializada no desenvolvimento de software bancário torna-se acionista principal da empresa dedicada a soluções para o mercado de capitais com sede no Porto, através de uma operação que envolve a compra de ações aos três fundadores João Marta da Cruz, António Jesus Ferreira e António Silva.

Em comunicado, a Asseco PT informa que os três responsáveis irão continuar à frente do destino da Finantech, que mantém a operação sob a sua própria marca. Também a rede de parceiros, que inclui a Oracle, Microsoft, Six Group, Reuters, Morningstar e Euronext, não sofre alterações.

Daniel Araújo, CEO da Asseco PST, explica que a aquisição surge em linha com os objetivos estratégicos de crescimento e diversificação que a empresa tem procurado implementar nos últimos dois anos. De acordo com o responsável, é «o culminar de um processo negocial que permite assumir uma posição de controlo numa empresa de referência e líder de mercado na sua área de atividade».

Daniel Araújo acredita que a Finantech representa um potencial de sinergias cruzadas, já que existe uma complementaridade elevada na oferta de ambas as partes: «Uma realidade que, estamos certos, iremos aprofundar e capitalizar de ora em diante.»

Já João Marta da Cruz, presidente do Conselho de Administração da Finantech, descreve a cedência de capital como uma oportunidade de crescimento: «Estamos agora mais bem preparados para reforçar a oferta a clientes, solidificar a liderança neste segmento de negócio e beneficiar do know-how e experiência, nacional e internacional, de uma grande organização como a Asseco PST.»

Criada há duas décadas, a Finantech está hoje presente em Portugal, Angola e Cabo Verde. Tem mais de 90 colaboradores e, no ano passado, registou um volume de negócios de cerca de cinco milhões de euros.

A Asseco PST, por seu turno, estende a sua atividade a Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Namíbia e Malta, contando com aproximadamente 420 funcionários (85% dos quais em Portugal). Faz parte da multinacional Asseco Group desde 2015 e fechou 2020 com um volume de negócios de 37,4 milhões de euros.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...