“Apoio da banca vai chegar nas próximas semanas às empresas e famílias”, assegura Presidente da República

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa esteve reunido, durante a tarde desta segunda-feira, com os presidentes dos principais bancos com atividade em território nacional, no sentido de aferir o que está a ser feito para apoiar a economia e as famílias, numa altura em que a crise causada pela pandemia começa a agudizar-ser.

“Saio desta reunião com a sensação que a banca portuguesa está a acompanhar de forma muito atenta a realidade do nosso país, o que se vive nas famílias e empresas, a nível nacional e regional”, afirmou desde logo o Presidente, à saída da reunião.

Por outro lado, sublinhou que terminava o encontro também com a ideia de que a banca tomou as suas próprias iniciativas para além da aplicação das medidas do Governo, que assim são completadas. “Disseram-me que já estão em curso os processos pendentes,em aplicação das medidas do Governo. E mesmo tendo alguns casos pesados, apesar de outros não o serem assim tanto, vai demorar algum tempo”, acrescentou.

Ainda assim, afirmou que lhe foi assegurado pelos principais banqueiros em Portugal, que nos casos que foram expostos, os “apoios vão chegar progressivamente às empresas e famílias, nas próximas semanas e meses”.

Reforçando o estado de espírito “unânime e solidário” para com a economia portuguesa com que todos participaram nesta reunião, Marcelo rebelo de Sousa, garantiu ainda que saiu motivado por saber que as os trabalhadores e os empresários, eles os protagonistas da economia, vão ser apoiados.

Questionado sobe os aspetos práticos, como as moratórias aos créditos, disse que não ia comentar mas ainda assim garantiu que estava “motivado por ouvir aquilo que cada um disse em pormenor sobre o que estão a fazer, mais ainda porque todos têm o mesmo objetivo”.

“Encontrei um grande empenhamento sobre como pretendem chegar coma  sua mensagem e iniciativas aos portugueses”, ressalvou.

O Presidente deu ainda nota de que foi possível aferir, junto dos banqueiros, como os portugueses mostraram grande maturidade na relação com a banca.

Amanhã, terça-feira, Marcelo Rebelo de Sousa vai receber o presidente da Associação Portuguesa de Bancos, Fernando Faria de Oliveira, e o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa.

Ler Mais
pub

Artigos relacionados
Comentários
Loading...