Apenas um em quatro colaboradores acredita que a sua empresa regressará a uma semana de cinco dias no escritório

Apenas um em cada quatro colaboradores acredita que a sua empresa regressará a uma semana de cinco dias no escritório nos próximos 12 meses. Trabalhadores questionam ainda a falta de investimento em ferramentas de trabalho híbrido.

Estes são os resultados de um estudo conduzido pela Opinion Matters para a Ricoh Europa, que recolheu a opinião de 1500 empresários em todo continente, que revela ainda que os colaboradores dizem que estão sobrecarregados com trabalhos menos impactantes.

Do lado dos empregadores, o estudo revela que mais de um terço (36%) destes dizem que a sua organização forneceu as ferramentas e tecnologia adequadas para manter a produtividade dos colaboradores enquanto trabalham a partir de qualquer local. A maioria dos empregadores (53%) reconhece ainda que investir em IA e automatização impulsiona a produtividade através de uma força de trabalho híbrida.

Quase metade dos empregadores (42%) admite que as suas equipas estão preocupadas com o regresso ao escritório, devido a questões com a sua saúde e segurança, e o facto de as entidades empregadoras não reconhecerem estas preocupações poderia não só ter impacto na moral, como arriscar a perda de bons profissionais.

“Há que encontrar um equilíbrio entre o trabalho presencial e remoto. Por isso, é que defendemos na Ricoh a cultura de um modelo de trabalho híbrido. É importante frisar que a tecnologia beneficia a produtividade do trabalho, como é o caso das ferramentas de IA, automatização de processos, Cloud e de cibersegurança, pelas quais os colaboradores anseiam cada vez mais, porque os liberta do trabalho repetitivo, de baixo valor, para se concentrarem em tarefas mais gratificantes. Cabe aos decisores fazerem com que o modelo de trabalho híbrido seja seguro e o mais bem-sucedido possível”, diz Ramon Martin, CEO da Ricoh Espanha e Portugal.

Para além destas preocupações, 39% dos empregadores admite que a sua equipa não trabalha tão eficazmente como no escritório, mas apenas 19% dizem que a produtividade diminuiu desde a transição para o trabalho remoto.

Do outro lado da moeda 57% dos empregadores consideram que investir em tecnologia de trabalho flexível é essencial para atrair e reter talento.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.