Amazon “quebra o silêncio” sobre criptomoedas: Bezos e Jassy mostram algum posicionamento sobre ativos digitais

As criptomoedas estão a crescer exponencialmente em todo o mundo e, mesmo que não sejam propriamente “desejadas” pelos multimilionários mais conhecidos, são mencionadas por eles em eventos ou mesmo publicações nas redes sociais. Só Jeff Bezos se mantinha mais “calado” relativamente a este ativo digital… até recentemente ter “quebrado o silêncio”.

O CEO da Tesla, Elon Musk, disse no ano passado, por exemplo, que a Bitcoin não é tão adequada para pagamentos do dia-a-dia como a Dogecoin.

“A bitcoin não é um bom substituto para a moeda transacional. Mesmo que tenha sido criada como uma piada, a Dogecoin é mais adequada para transações. O fluxo total de transações que faz com a Dogecoin, como transações por dia, tem um potencial muito maior do que a Bitcoin”, disse Musk, de acordo com o ‘Cointelegraph’.

Já Warren Buffet, diz não ver valor na Bitcoin, comparando-a com outros ativos.

“Se me disser (…) que para ter uma participação de 1% em todas as terras agrícolas dos Estados Unidos, tenho de pagar 25 mil milhões de dólares [cerca de 23 mil milhões de euros], passo-lhe um cheque esta tarde”, disse o CEO da Berkshire Hathaway este ano.

Jeff Bezos, no entanto, durante a sua carreira manteve um perfil discreto sobre o assunto e, mesmo quando em 2021 houve rumores de que a Amazon tinha experimentado a tecnologia blockchain ao começar a aceitar pagamentos em criptomoedas, a empresa negou, explica o ‘elEconomista’.

No entanto, o site espanhol explica que, no início deste mês, Bezos começou a seguir Billy Markus, o fundador da Dogecoin, no Twitter. Uma vez que o executivo segue apenas 83 pessoas nessa rede social, este passo foi visto como um sinal do interesse no mundo das criptomoedas.

Também atual CEO da Amazon, Andy Jassy, disse numa entrevista que não tem Bitcoins nem NTF, mas que está esperançoso relativamente ao futuro destas tecnologias.

“Eu não possuo Bitcoin e provavelmente não estamos perto de adicionar nenhuma criptomoeda como mecanismo de pagamento na Amazon, mas acho que isso se tornará mais comum com o tempo”, acrescentou Jassy, em declarações a que o ‘elEconomista’ teve acesso.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.