A prioridade é o investimento!

Portugal precisa urgentemente de melhorar o seu lugar no ranking de confiança em termos de País para se investir!

Porque só assim poderá estar no radar dos grandes investimentos.

Que permitem criar emprego. Aumentar a produtividade. Fazer crescer os salários. Aumentar o consumo. Crescer as exportações. Em última análise fazer aumentar o PIB. E com isso solver os compromissos e criar condições para uma melhor distribuição da riqueza.

Criar riqueza, para depois a distribuir.

Não o contrário!

Como melhorar o referido ranking? Julgo que em 2 legislaturas o País pode almejar atingir esse objectivo. Desde que haja vontade política. E os pontos a melhorar não são muitos! Mas têm que ser a prioridade de quem gere o País:

– simplificar as leis de A a Z, por forma a reduzir a burocracia que nos sufoca;

– colocar a justiça a funcionar, simplificando leis, melhorando processos e dotando-a dos meios necessários;

– maior previsibilidade fiscal, reduzindo-se os impostos se possível para níveis semelhantes ao de outros Países europeus;

– acordo dos principais partidos para tudo o que tenha a ver com políticas de investimento público, por forma a que independentemente dos governos, exista um conjunto de investimentos estruturantes que sejam efectuados em tempo útil e gerindo-se com parcimónia o seu custo;

– investir mais na educação e na formação.

Como seria de esperar, EUA, Canadá, Alemanha e Japão ocupam os 4 primeiros lugares deste ranking, produzido pela Kearney. Portugal ocupa um honroso 21o lugar! Mas não é suficiente.

Sejamos ambiciosos!

Temos que conseguir entrar no TOP10.

Se existir vontade política, não tenho dúvidas sobre a nossa capacidade para o fazer.

Os nossos filhos e os nossos netos agradecerão!!!

Por Carlos Cid Alvares, CEO do BNU

Ler Mais
Comentários
Loading...