«A Nissan tem todos os argumentos necessários para crescer»

O ano de 2017 foi de crescimento recorde para a Nissan, alcançando uma quota de mercado histórica no país. O Qashqai é o grande protagonista do feito mas a marca deposita grandes expectativas no eléctrico Leaf, que se apresenta com uma autonomia cada vez maior e regista um número de encomendas que representará 15% do volume total de vendas em 2018.

Texto de Rafael Paiva Reis

Foto de Paulo Alexandrino

O percurso da Nissan em Portugal regista uma curva ascendente e o ano fiscal de 2017 da marca japonesa traduziu-se em números nunca antes vistos. Com um aumento de 17,1% no seu negócio em Portugal, alcançou 14.553 unidades vendidas, número que representa um recorde para a marca nipónica no País. Outro marco histórico prende-se com a quota de mercado que, pela primeira vez, alcançou os 5,5% (+0,4% que em 2016).

«Estes resultados devem-se ao facto de a Nissan ter todos os argumentos necessários para crescer no mercado, contando com uma gama de produtos muito forte. O Qashqai, por exemplo, aumenta o volume de vendas a cada ano, mesmo tendo em conta a concorrência cada vez mais feroz no segmento de crossovers», vinca Antonio Melica, director-geral da Nissan em Portugal.

Leia este artigo na íntegra na edição de Junho de 2018 da Executive Digest.

Comentários
Loading...