pub

A corrida ao hidrogénio. Aposta da Iberdrola será verde e nascerá de um investimento de 150 milhões

A Iberdrola vai criar uma nova unidade de negócios de hidrogénio verde, segundo anunciou o presidente do grupo, Ignacio Sánchez Galán, esta segunda-feira, na ‘Global Goals Week’, a decorrer em Nova Iorque, avança a agência ‘Efe’.

A energética detalhou que utilizará eletricidade 100% renovável no processo de eletrólise para atender às necessidades de descarbonização de setores como a indústria e o transporte pesado.

A Iberdrola já está a desenvolver a fábrica de hidrogénio verde para uso industrial em Puertollano (Ciudad Real), que estará operacional em 2021 e exigirá um investimento de até 150 milhões de euros, gerando cerca de 700 empregos.

O hidrogénio verde produzido será utilizado na fábrica de amónia da Fertiberia em Puertollano.

O projeto terá uma fábrica solar fotovoltaica de 100 megawatt (MW), um sistema de bateria de íon-lítio com capacidade de armazenamento de 20 megawatts hora (MWh) e um dos maiores sistemas de produção de hidrogénio por eletrólise do mundo (20 MW).

No Reino Unido, a Iberdrola, por meio de sua subsidiária Scottish Power, já está a participar num projeto que visa a criação de uma rede de fábricas de produção de hidrogénio verde para abastecer frotas e transporte pesado.

A primeira destas unidades vai localizar-se nos arredores de Glasgow e usará energia solar e eólica para operar um equipamento de eletrólise de 10 MW.

Ainda no contexto deste evento, o presidente da Iberdrola assinou o manifesto dos líderes empresariais para uma cooperação global renovada, promovido pelo Pacto Global das Nações Unidas e apoiado por mais de 1.200 dirigentes de empresas de mais de 100 países.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...