31% das empresas admite aumentar o número de trabalhadores ainda este ano, apurou estudo

31% das empresas admite aumentar o número de colaboradores ainda este ano, de acordo com dados presentes no estudo Total Compensation Portugal 2021, elaborado pela Mercer, sendo que 27% considera recorrer a novas contratações no próximo ano.

“Este número traduz um cenário de recuperação positiva e uma expectativa de crescimento e de criação de emprego, ou seja, a maioria das empresas manifesta a intenção de manter ou de aumentar o número de colaboradores e apenas um número residual manifesta a intenção de diminuir o número de colaboradores”, explicou Marta Dias Gonçalves, Rewards Leader da Mercer, em declarações à Executive Digest.

Em contracorrente, 7% das organizações consultadas para o estudo revelou que pretende reduzir a sua estrutura.

Contudo, paira alguma incerteza quanto às intenções de contratação das empresas no próximo ano, de acordo com o mesmo relatório, que indica que 41% das organizações inquiridas ainda está a avaliar se vai aumentar, manter ou reduzir o número de trabalhadores.

“Este contexto segue-se a um ano de 2020 no qual, devido ao contexto pandémico e à incerteza criada, as empresas sinalizaram uma maior prudência nas intenções de contratação”, refere a mesma responsável.

No que diz respeito aos aumentos salariais ponderados por algumas empresas para o próximo ano, “estes mostram-se ligeiramente superiores aos determinados em 2021 e a percentagem de empresas com congelamentos salariais previstos para o próximo ano para a totalidade da sua estrutura decresceu face a 2021 (7% vs.11%) e ainda mais face a 2020 (17%)”, segundo dados presentes no mesmo documento.

Ler Mais


Comentários
Loading...