10 boas notícias sobre o Coronavírus

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detectado em Dezembro na China e já infectou mais de 428 mil pessoas em todo o mundo, das quais cerca de 19 mil morreram.

O continente europeu é actualmente o que regista maior número de novos casos, 226.000, sendo Itália o país com mais vítimas mortais em todo o mundo, logo seguido de Espanha. Contabiliza 6.820 mortos em 69.176 diagnósticos positivos e, desses infectados, mais de sete mil já foram dados como curados pelas autoridades.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde indicou esta quarta-feira que o surto de Covid-19 já provocou 43 mortes e 2.995 infectados.

Apesar dos números negros, há a registar, pelo menos, 10 aspectos, compilados pela “BBC”. Veja abaixo:

1- Sabemos o que é

Segundo as informações publicadas pelas autoridades internacionais, a fonte da infeção é desconhecida e ainda pode estar activa. A maioria dos casos está associada a um mercado em Wuhan (Wuhan’s Huanan Seafood Wholesale Market), específico para alimentos e animais vivos (peixe, mariscos e aves). O mercado foi encerrado a 1 de Janeiro de 2020. Como os primeiros casos de infecção estão relacionados com pessoas que frequentaram este mercado, suspeita-se que o vírus seja de origem animal, mas não há certezas. Isto porque já foram confirmadas infecções em pessoas que não tinham visitado este mercado. A investigação prossegue.

2- Sabemos como detectá-lo

Está disponível em todo o mundo, desde 13 de Janeiro, um teste de RT-PCR.

3- A China está a recuperar

As fortes medidas de controlo e isolamento impostas pelo Governo Chinês estão a ter impactos positivos, assim como na Coreia do Sul e em Singapura.

4- A maioria dos casos são leves

A doença é leve em 81% dos casos. Em 14% pode causar pneumonia grave e em 5% pode tornar-se crítica ou até mesmo mortal.

5- Há cura

Para já, há registo de, pelo menos, 111 895 pessoas curadas.

6- Quase não afecta crianças

Apenas 3% dos casos ocorrem em pessoas com menos de 20 anos. A mortalidade na faixa etária dos 40 anos é de apenas 0,2%. Nas crianças, os sintomas são tão leves que podem passar despercebidos.

7- Existem medidas de prevenção

Nas áreas afectadas, a Organização Mundial da Saúde recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença, nomeadamente: lavar as mãos com frequência, durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os «Parabéns») com água e sabão ou com uma solução à base de álcool a 70%; tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; evitar contacto próximo com pessoas com infecção respiratória; evitar tocar na cara com as mãos; e evitar partilhar objectos pessoais ou comida em que tenha tocado.

8- Já existem mais de 150 artigos científicos

Em pouco mais de um mês, 164 artigos sobre a Covid-19 já podem ser consultados no PubMed. São trabalhos preliminares sobre vacinas, tratamentos, epidemiologia, genética e filogenia, diagnóstico e aspectos clínicos.

9- As vacinas estão em desenvolvimento

Actualmente não existe vacina contra o SARS-CoV-2. Sendo um vírus recentemente identificado, estão em curso as investigações para o seu desenvolvimento.

10- Estão a ser testados tratamentos

O tratamento para a infecção por este novo coronavírus é dirigido aos sinais e sintomas que os doentes apresentam. Já existem, no entanto, mais de 80 testes em andamento.

Ler Mais
Artigos relacionados

Exclusivo MIT - Massachusetts Institute of Technology

Dormir. Factor determinante no desempenho profissional?

Pesquisas mostram que a falta de sono tem várias consequências que podem afectar negativamente o desempenho profissional. Então por que razão tantos locais de trabalho modernos condenam práticas que não ajudam a bons horários de sono?
Comentários
Loading...

Multipublicações